ESCLARECIMENTO A RESPEITO DOS CURSOS DA ESCOLA DE PREGADORES E TEOLOGIA

ESCLARECIMENTO A RESPEITO DOS CURSOS DA ESCOLA DE PREGADORES E TEOLOGIA
O CARÁCTER DE NOSSOS CURSOS SÃO LIVRES:NÃO NECESSITA DE AUTORIZAÇÃO OU RECONHECIMENTO DO MEC,CONFORME LEGISLAÇÃO EM VIGOR:VIDE PARECER CNE/CES Nº 241/99.NOSSOS CURSOS DE PREGAÇÕES OU DE TEOLOGIA SÃO SEM FINS LUCRATIVOS.UTILIZAMOS LIVROS E APOSTILAS DE VÁRIOS AUTORES.VOCÊ PODE LER ESSES MATERIAIS EM SEU COMPUTADOR,IMPRIMIR-LO OU COMPRAR O LIVRO, COM ISSO ESTARÁ ABENÇOANDO O AUTOR,A EDITORA E A LIVRARIA,REGULAÇÃO DO ENSINO Á DISTÂNCIA ESTA AMPARADA PELO DECRETO Nº 5.622 DE 20/12/05 QUE REGULAMENTA O ARTIGO 80 DA LBD LEI 9394/96. ART.1º - EDUCAÇÃO Á DISTANCIA É UMA FORMA DE ENSINO QUE POSSIBILITA A AUTO-APRENDIZAGEM,COM MEDIAÇÃO DE RECURSOS DIDÁTICOS SISTEMATICAMENTE ORGANIZADOS,REPRESENTADOS EM DIFERENTES SUPORTES DE INFORMAÇÃO,UTILIZADOS ISOLADAMENTE OU COMBINADOS,E VEICULADOS PELOS DIVERSOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO.ATENÇÃO É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas. .

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Dicas Comunicação Eficaz




 

Alcance o topo sabendo se comunicar!

Comunicação Eficaz

É incrível como percebemos que a maior geração de conflitos, discussões, brigas no trânsito, nas empresas e, principalmente, no casamento, é a maneira como interpretamos o que o outro diz.

Muitas vezes gera do ato de não sabermos ouvir de verdade. Com os olhos, coração e ouvidos.

Dificilmente as pessoas conseguem dizer o que deve ser dito na hora certa e com as palavras e expressão corporal adequadas para alcançar o diálogo.

Muitas vezes dizemos assim: "Não sei por que fulano se ofendeu, não disse nada demais".  Será que o tom de voz e a expressão diziam o mesmo?

Em comunicação, canal (por vezes designado por canal de comunicação) designa o meio usado para transportar uma mensagem do emissor ao receptor.

É muito interessante conhecermos sobre Canais de Comunicação para entendermos um pouco mais sobre comunicação eficaz.

Mas amigos leitores, o que é mesmo comunicação? Diante do dicionário observamos o seguinte: Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Comunicação = Dinâmica de relacionamento entre as pessoas e que pressupõe duas dimensões. O diálogo que estabelecemos conosco próprios e que se chama diálogo intrapessoal (de mim para comigo). O diálogo que estabelecemos com qualquer outra pessoa em qualquer nível – familiar, acadêmico, profissional, amizade, afetivo etc – chamamos de diálogo interpessoal todo processo de comunicação que pressupõe os seguintes elementos:

Transmissor ou Emissor = Aquele que transmite verbalmente ou não verbalmente um conteúdo de idéias, palavras, expressões e valores que ele deseja que a outra pessoa entenda.

Mensagem = corresponde ao conteúdo de idéias, palavras, expressões e valores enviados pelo transmissor e que serão captados pela outra pessoa.

Receptor = aquele que recebe a mensagem, interpreta-a e devolve uma nova mensagem reformulada ao seu transmissor. Neste momento aquele que era o receptor torna-se um novo transmissor.

Os canais de comunicação são três:

Visual = é pela forma da imagem em que a pessoa processa e interpreta o mundo. Para uma pessoa ou público visual, as informações obtidas do meio ambiente ou de sua mente estão voltadas para dados sobre tamanho, proporção, cor, beleza, altura, profundidade, largura, detalhes... Uma pessoa visual é muito observadora no conjunto e nos detalhes.

Auditivo = é a forma sonora a mais predominante. O auditivo consegue perceber com maior nitidez e facilidade dados vinculados ao som: volume, tonalidade, vocabulário, ruídos, discursos, conversas, discussões. Uma pessoa auditiva presta muita atenção naquilo que está sendo dito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário